terça-feira, 17 de abril de 2018

Entenda as diferenças entre próteses capilares e perucas


Muitas pessoas chegam aqui no Soluções Capilares com dúvidas sobre o que é melhor usar: próteses capilares ou perucas. Algumas, inclusive, não sabem distinguir uma da outra, o que é supernormal. Por isso, como o principal objetivo deste blog é tirar todos esses questionamentos, de forma simples e didática, resolvi criar um post sobre o assunto.

Para começar vou logo dizendo que peruca e prótese capilar são a mesma coisa. Todas são reposições capilares, que irão cobrir a região sem cabelo. O que as difere é a maneira de fixaçãoPodem ser feitas no mesmo material, mesmo molde, mesmo tipo de cabelo, etc.

A prótese capilar sempre será fixa, seja por adesivos, colas ou até por presilhas. Neste último caso é preciso que a pessoa que irá usá-la tenha fios que sustentem a prótese para que ela se mantenha presa.

Prótese fixa por presilhas

Prótese feminina colada

E se você acha que a prótese corre o risco de cair, está enganado. Pelo fato dela ser fixa, é possível levar uma vida absolutamente normal. Você poderá lavar seus cabelos, praticar exercícios físicos, inclusive natação, dormir, entre outras atividades rotineiras, sem tirar a prótese da cabeça. Mas atenção: a fixação que possibilita estas atividades sempre será por meio de adesivos e/ou colas.

Fitas adesivas permitem liberdade de movimentos para sua prótese capilar

Um exemplo bem atual de artistas que usam prótese capilar colada é a drag queen Pabllo Vittar e a cantora Beyoncé. Você já deve ter percebido a naturalidade com a qual que elas se jogam nos shows. Só por ai já é possível ter uma ideia do quanto essa solução não compromete nossos movimentos.  Mas é importante lembrar que por serem bem naturais, essas próteses têm durabilidade é mínima. Isso porque quanto mais natural e fino for o material, menos tempo ele vai durar.

  Pabllo Vittar e Beyoncé ostentam próteses variadas em seus looks
Fontes: Reprodução/@vittar.pabllo/Facebook e nme.com


Outro fator que você deve ficar atento na hora de começar a usar uma prótese é que, por ela ser fixa, as manutenções periódicas se tornam necessárias. Essa limpeza é fundamental para assepsia do couro cabeludo, troca dos adesivos, entre outras coisas. Lembrando, porém, que isso não é uma regra universal: quando o assunto é prótese capilar, tudo é muito particular. O uso desta solução varia de acordo com cada pessoa.

A peruca, por sua vez, tem a vantagem de ser feita com o cabelo da mulher que irá usá-la. Costuma também ser mais resistente, ou seja, sua durabilidade é maior. Você tira e coloca quando quiser e pode ou não dormir com ela.

Perucas artesanais são aliadas de mulheres em quimioterapia que querem usar cabelos parecidos com os que tinham antes do câncer

O mais importante e o que eu insisto e sempre vou insistir em dizer nas minhas postagens é que é preciso conhecer o perfil de quem vai usar essas soluções, sejam elas próteses ou perucas, para, só assim, poder definir a melhor opção. Não existe uma melhor do que a outra, como já li em alguns sites dedicados a estes assuntos. O que existe é aquela ideal para você. Quer alguns exemplos?

Situação nº 1: Um homem de 40 anos, empresário, optou por uma prótese capilar extremante fina, pois desejou o melhor acabamento que há no mercado. Por ser a mais fina, tem uma durabilidade de, no máximo, dois meses e a manutenção é a cada seis dias. Mas ele tem orçamento e tempo disponível para vir realizar os reajustes e trocar por uma nova peça dentro destes períodos.

Situação nº 2: Uma mulher de 30 e poucos anos, diagnosticada com alopecia areata total, optou por uma peruca em fios naturais confeccionada de forma artesanal. Ela provavelmente precisará usar um recurso para cobrir sua cabeça por um longo tempo ou até mesmo para sempre. Então decidiu comprar a peruca que terá durabilidade bem maior e não necessita de manutenção, já que ela tira para tomar banho e dormir, por exemplo.

Situação n° 3: Uma mulher de 45 anos, em tratamento quimioterápico, optou por uma prótese Full Lace colada pois não queria se ver sem os cabelos. Sempre faz as manutenções com as profissionais e a cada 6 meses precisa reformar ou trocar a prótese por conta da fragilidade dos materiais. Ela dorme e lava a peça na cabeça.

A partir desses exemplos, viu como é importante avaliar a situação de cada pessoa que vai precisar de uma solução capilar? Por isso sempre repito: as soluções capilares não são homogêneas. Elas não se aplicam de forma igual a todas as pessoas. É preciso ouvir as necessidades do cliente, já no primeiro atendimento, para assim ajudá-lo da melhor forma possível, principalmente porque muitos chegam na loja desorientados, acreditando em um monte de informações falsas disseminadas na internet.

Espero, sinceramente, que esse post tenha lhe ajudado a entender que próteses e perucas jamais ‘competem’ entre si. Ambas são soluções eficazes, que podem ou não se adaptar a seu perfil. Sempre haverá a escolha ideal para você. Por isso o auxílio de um profissional para lhe orientar é fundamental. Ela irá ajudá-lo na escolha certa, pois sabe o quanto estar bem diante do espelho é essencial para a autoestima de qualquer pessoa. Um abraço e até semana que vem.










terça-feira, 10 de abril de 2018

Saiba como é o processo de fabricação da prótese capilar


Olá pessoal, tudo bem? Quem me acompanha aqui no blog, sabe o quanto falo, nos meus posts, sobre a qualidade das próteses capilares invisíveis. Feitas em uma película fininha que imita a pele, essas soluções são perfeitas para que você possa enfrentar uma queda de cabelo sem ficar com a autoestima abalada.

Foram várias as vezes também nas quais disse que é possível levar uma vida absolutamente normal com as próteses capilares. E isso é a mais pura verdade. Elas não causam coceira no couro cabeludo, que respira e transpira normalmente, enfim...Você pode nadar, fazer atividades físicas e todas as tarefas de sua rotina sem nenhuma mudança.

Com a prótese capilar, sua liberdade de movimentos não será comprometida

O que poucos sabem, porém, é sobre o processo de fabricação. Depois de falar, na semana passada, sobre como fazemos nossas perucas, resolvi no post de hoje, abordar esse mesmo tema, mas dessa vez com as próteses. Você sabe como elas chegam até você?

Para começar, é importante dizer que o processo de fabricação de uma prótese capilar é em grande escala, demanda bastante mão de obra e o maquinário não está disponível no Brasil. As melhores e maiores fábricas estão localizadas na Ásia e, diferentemente das perucas, os materiais usados costumam ser mais delicados. Aliás, é importante dizer que quanto mais fino este material, melhor o acabamento, mas menor a durabilidade, o que torna necessário a realização de manutenções frequentes para garantir a qualidade e naturalidade.


Fábrica de próteses capilares na China, onde está localizada a empresa fornecedora para o Ntc

Acabamento das próteses capilares é imperceptível

Base da prótese feminina

Já em relação a implantação dos fios, eles podem ser colocados um a um, o que proporciona um acabamento que imita o couro cabeludo e ainda partidos e riscas bem definidas.


Para fazer uma prótese capilar sob medida é necessário um molde da área sem cabelos e o preenchimento de um formulário com todas as especificações e medidas, sob o auxílio de um profissional da área.

Durante o atendimento observamos todas as suas necessidades e definimos o modelo ideal da sua prótese capilar invisível, incluindo o tipo de base e a seleção do cabelo mais parecido com o seu. Analisamos a densidade, ondulação, espessura, coloração e outros aspectos. 

Guia de cores

Se mesmo depois de ler esse post, você continuar receoso ou com dúvidas, fique tranquilo. Os fornecedores de próteses capilares são de extrema confiança e com know-how no assunto, o que é fundamental, ainda mais que as próteses são soluções importadas. Imagina só o ‘transtorno’ que uma solução mal feita, vinda do outro lado do mundo, pode causar para um cliente? Sé é uma solução, ela precisa solucionar não é mesmo? Principalmente porque estamos lidando com algo precioso para qualquer pessoa: a autoconfiança e autoestima ao se olhar no espelho. Um abraço e até semana que vem!












  







terça-feira, 3 de abril de 2018

Etapas da fabricação da peruca de fios naturais


Olá, tudo bem? Lembra que dei uma pausa para pensar em assuntos mais interessantes para você sobre este vasto universo das perucas e próteses capilares? Então, este aqui será o primeiro post no qual vamos abordar temas que irão te ajudar a entender como funciona todo o processo, desde a fabricação até o momento em que a melhor/mais indicada solução capilar chega até você e resolve o seu problema.

Começo o mês de abril escrevendo sobre o tipo mais “comum” de fabricação de uma peruca: o método artesanal, cuja principal vantagem em relação as diversas opções modernas no mercado, é permitir que a pessoa use o próprio cabelo, além de garantir a certeza dos fios serem 100% brasileiros.

Quem vê uma pessoa usando uma peruca, talvez nunca tenha parado para pensar quais as etapas necessárias para produzi-la, de modo que ela possa resolver o problema de uma mulher, tornando-a linda e confiante novamente.

Perucas têm acabamento 100% natural

Primeiro é importante dizer que para uma peruca ser feita, é preciso uma grande quantidade de fios. Engraçado dizer, mas é preciso mais do que a quantidade existente na nossa cabeça. Isso porque depois de cortados, descobrimos/percebemos que existem diversos tamanhos e na hora de “montar” a peruca estas diferenças de comprimento influenciam e muito no resultado final.

Depois de separadas as mechas, o próximo passo é tecê-las para fazer as guias de cabelo que, por sua vez, são colocadas em uma touca, feita sob medida para a cliente. Assim que a touca ficar pronta chega o momento de fazer o corte. 

Detalhe da touca onde colocamos as guias de cabelo da peruca

O nosso processo de produção de perucas é 100% artesanal e feito por minha mãe Ana Tompa desde 1985. Essa tradição, por sinal, é uma de nossas maiores marcas, o que garante a qualidade do produto na hora de entregá-lo à cliente.  A cada dia que passa, a Ana procura materiais mais leves, confortáveis e acabamentos ainda mais naturais.

Os anos passam, mas nossa forma de fabricar perucas se mantem a mesma. Há mais de três décadas, é Ana Tompa quem cuida desta parte

Esta produção artesanal permite que a mulher use uma peruca feita com seus próprios cabelos ou com aqueles recebidos de doações de amigos e parentes. Muitas que estão em quimioterapia, por exemplo, têm recorrido bastante a esta solução. Isso porque o resultado vai de encontro ao desejo inicial das clientes que querem manter a mesma aparência que tinham antes de perderem os cabelos por conta do tratamento contra o câncer.   


O mais importante é que esta solução é uma aliada fundamental da autoestima para a mulher que enfrenta uma alopecia ou câncer. A alegria que, tanto eu quanto minha mãe, sentimos ao ver o sorriso de uma cliente ao receber a peruca igualzinha ao cabelo que usava não tem preço que pague.

Se você quer recorrer a esta solução, venha nos procurar. O nosso atendimento é individualizado e não há necessidade de agendar. Teremos o maior prazer em ajudá-la. Um abraço e até semana que vem!