terça-feira, 15 de maio de 2018

Saiba como funcionam as doações de perucas


Volta e meia você deve ver aqui no blog alguns posts sobre doações de perucas feitas pelo Soluções Capilares, como por exemplo a que fizemos para a Casa Rosal, em Nova Lima, na semana passada. Talvez você deve estar se perguntando: “Eu posso doar meus cabelos para que eles sejam transformados em perucas?” “Se sim, como faço?”  No post de hoje vou tirar essas dúvidas e explicar como se dá a dinâmica de nossas doações.

Para essas doações acontecerem, nós fazemos parcerias com instituições sérias em todo o estado que auxiliam pacientes oncológicas sem condições de comprar uma peruca. Além da Casa Rosal, temos parceria também com a ORCCA (Organização Regional de Combate ao Câncer) em Betim, com o Núcleo de Voluntários de Caratinga no Combate ao Câncer, ONG localizada na cidade de Caratinga, no Vale do Rio Doce e com o Hospital da Baleia, em BH.

A partir do momento em que essas parcerias são firmadas, as instituições citadas repassam para nós os cabelos recebidos por meio de doação. E cabe a nós, ao receber esses cabelos, confeccionar gratuitamente as perucas, levando em conta a textura e o tipo dos fios. A mecha já deve estar cortada, limpa e não pode estar molhada. É importante também que ela tenha preferencialmente 20cm no mínimo para que existam alternativas de cortes e modelos.

Depois que a peruca é confeccionada por minha Ana Tompa, num processo 100% artesanal, a doação, enfim, é efetivada. Nesse momento nos encontramos com o representante da instituição parceira para oficializar o gesto.

Ana Tompa é responsável pela produção das perucas artesanais

Na semana passada entregamos duas perucas para a Casa Rosal

Fernanda Martins, Supervisora Assistencial da ORCCA, esteve recentemente no Ntc para buscar perucas que confeccionamos para doação

Perucas que doamos para o Núcleo de Voluntários de Caratinga no Combate ao Câncer


Uma vez que a peruca sai da loja, é de total responsabilidade da instituição que recebe a forma como ela será armazenada e entregue à paciente que precisa.

Não temos como saber como estas perucas são guardadas e como são entregues as pacientes necessitadas. Mas o que sei que faz total diferença é que os responsáveis pela entrega precisam ser atenciosos e passarem todas as informações importantes para esta mulher que vai receber esta peruca.

Para evitar que qualquer problema aconteça, algumas de nossas instituições parceiras, como a Casa Rosal, já têm um local próprio para condicionar essas perucas, uma espécie de mostruário/vitrine, onde elas ficam visíveis. Desse modo a paciente pode experimentá-las e escolher aquela que mais se adapta a seu rosto. E ajustes as vezes são necessários. Por isso o responsável pela entrega tem que ter sensibilidade no momento de ajudar esta mulher a experimentar as perucas.

No próximo post, vou escrever sobre todos os cuidados que a mulher que recebeu a peruca de doação precisa ter para mantê-la. Depois que ela não precisar mais, também pode devolver a peruca que nós reformamos e ajudamos uma outra mulher. Mas isso é assunto da próxima terça!

Vou deixar o contato de todas as nossas instituições parceiras aqui. Um abraço e até semana que vem!

Casa Rosal
Endereço: R. José Sabino Duarte, 288 - Quintas, Nova Lima - MG
Telefone: (31) 3541-0042

Hospital da Baleia
R. Juramento, 1464 – Saudade, Belo Horizonte – MG
Telefone: (31) 3489-1500

Núcleo de Voluntários de Caratinga no Combate ao Câncer
Endereço: R. Coronel. Antônio da Silva, 279 - Centro, Caratinga – MG
Telefone: (33) 3321-7042

ORCCA
Endereço: Rua Hum, 337 – Jardim Brasília, Betim – MG
Telefone: (31) 3595-3882 



sexta-feira, 11 de maio de 2018

Confira o registro da doação de perucas para a Casa Rosal


Nesta semana divulguei uma doação de cabelos que recebemos da ONG Casa Rosal, em Nova Lima. Dei uma passada aqui no blog hoje só para mostrar as fotos da entrega de duas perucas que produzimos para a instituição a partir dessa doação.  Na próxima terça, dia 15, estou de volta com uma nova postagem. Até lá!



quarta-feira, 9 de maio de 2018

Soluções Capilares faz nova parceria para doação de perucas



E a nossa corrente de solidariedade cresce a cada dia mais. A ONG Casa Rosal, em Nova Lima, nos procurou recentemente com cabelos recebidos através de doação, que foram entregues aqui no Soluções Capilares. Eles vão ser transformados em perucas, por minha mãe Ana Tompa, que, por sua vez, serão emprestadas a pacientes com câncer atendidas na instituição. Nesta semana, já vamos entregar duas perucas feitas com estes cabelos.

   

   

    
  Perucas que serão doadas a Casa Rosal

Para quem não conhece o trabalho da Casa Rosal, esta ONG auxilia pacientes oncológicos de diversas formas: fornece alimentos, cadeira de rodas, muletas, cama hospitalar...enfim. Tudo para que a pessoa tenha condições de enfrentar a doença com o mínimo de infraestrutura possível. 

Como eu gosto de sempre estar envolvida nesses projetos e emprestar meu trabalho para dar um pouco mais de esperança a pessoas que ficam fragilizadas pelo câncer (e a gente sabe que fica), não pude deixar de participar de mais esta ‘bela empreitada’.

Mas atenção! Sempre que for fazer uma doação de cabelo lembre-se das regrinhas básicas: a mecha já deve estar cortada, limpa e não pode estar molhada. É importante também que ela tenha preferencialmente 20cm no mínimo para que existam alternativas de cortes e modelos.

AH! E se você tem um tempinho livre na agenda, tente contribuir, do seu jeito, com algum tipo de trabalho voluntário. Quem recebe o auxílio fica imensamente grato, mas a recompensa para aqueles que ajudam também é valiosa e imensurável. Um abraço e até semana que vem!

Quer conhecer o trabalho da Casa Rosal? Basta ligar no 3541-0042 e agendar sua visita.

Endereço: R. José Sábino Duarte, 288 - Quintas, Nova Lima - MG
Instagram: @casarosal4242



terça-feira, 1 de maio de 2018

Ntc faz nova doação de perucas para ORCCA


Hoje estou passando por aqui para registrar mais uma doação da nossa parceira ORCCA (Organização Regional de Combate ao Câncer), que faz um belo trabalho em Betim, auxiliando pacientes com câncer que, infelizmente, não têm condições de arcar com os custos do tratamento. Cestas básicas, medicamentos, assistência psicológica, nutricional e odontológica são alguns dos serviços oferecidos por esta ONG. Tudo isso gratuitamente, com o único intuito de ajudar pelo simples fato de ajudar.

Recentemente, a supervisora assistencial da ORCCA, minha xará Fernanda Martins, esteve aqui na Soluções Capilares para trazer duas caixas lotadas de cabelos doados por pessoas que se solidarizam com o trabalho da ONG. Todos esses fios serão usados na confecção de perucas a pacientes carentes atendidas na instituição.

Além disso aproveitamos a vinda da Fernanda para devolver perucas de pacientes da ORCCA que já haviam sido doadas, mas que voltaram até a loja para serem reformadas; e também entregamos perucas de clientes nossos que já não precisam mais usar e resolveram doar.

Ana Tompa ao lado de Fernanda Martins recebendo as doações da ORCCA

Já disse isso em outras ocasiões, mas nunca canso de repetir: É uma alegria participar desses ciclos de solidariedade. Usar as minhas mãos e o meu trabalho para devolver a autoestima de quem está fragilizada por um câncer é, talvez, uma das maiores recompensas da minha profissão. Não há moeda que pague essa satisfação. Um abraço e até semana que vem.


terça-feira, 24 de abril de 2018

Qual o valor que as perucas e próteses capilares podem trazer para você? Qual a relevância delas?


Qual o valor de uma prótese capilar ou peruca? Essa pergunta é corriqueira nas redes sociais do Soluções Capilares e até mesmo aqui no blog. Toda semana sempre tem alguém, em nossas mídias, querendo saber dessa informação. Entretanto, mais que dizer sobre o preço a pagar, é importante falar do valor imaterial (aquele que não se mede) que essas soluções podem trazer.

As próteses e perucas são de extrema importância para pessoas que estão perdendo os cabelos. Só quem perde sabe o quanto a autoestima fica abalada, principalmente no caso das mulheres, que são mais ligadas a aparência. É exatamente por isso que, ao usar uma dessas soluções, você está adquirindo não apenas um modelo importado ou feito a mão, mas sim (e principalmente) a garantia de que poderá se olhar no espelho novamente e voltar a sorrir, voltar a acreditar em sua recuperação. É aí que está o valor imaterial que citei no início do texto. Esse não se compra, não se vende...se sente! E sinceramente, é a melhor moeda que posso receber, enquanto profissional: a satisfação de ver a felicidade estampada no rosto do meu cliente.


Quantas e quantas vezes já atendi pessoas aqui na loja que afirmaram taxativas o quanto as próteses capilares foram cruciais para que elas se mantivessem firmes, fortes e convictas de que venceriam um câncer? Quantas e quantas vezes já ouvi depoimentos de pessoas afirmando que se não tivessem usado a peruca teriam entrado em depressão ou ficariam incapacitadas de sair de casa?

Mais do que eu dizer, prefiro que vocês ouçam as ‘personagens reais’ dessa história que hoje estou contando. 



É por me deparar, constantemente, com esses relatos emocionantes, que insisto em afirmar que o valor de uma solução capilar se encontra na possibilidade que ela oferece de resgate da sua autoestima, vaidade e vontade de se sentir bonito, o que é da natureza humana.

Por isso, se você, que agora lê esse post, tem dúvidas em usar uma peruca ou prótese, a dica que dou é a seguinte: procure a ajuda de um profissional da área para orientá-lo sobre os mitos destas soluções que, infelizmente, estão disseminados aos montes na internet.

O mais importante e o que eu insisto e sempre vou insistir em dizer nas minhas postagens, (inclusive disse isso no post da semana passada), é que é preciso conhecer o perfil de quem vai usar essas soluções, para, só assim, poder definir a melhor opção. Não existe uma melhor do que a outra, como já li em alguns sites dedicados a estes assuntos. O que existe é aquela ideal para você.

E uma vez que você descobrir o modelo ideal, vale a pena (muito a pena!) pagar por ele. A satisfação que você terá, emocionalmente falando, não tem preço. Um forte abraço e até semana que vem!






terça-feira, 17 de abril de 2018

Entenda as diferenças entre próteses capilares e perucas


Muitas pessoas chegam aqui no Soluções Capilares com dúvidas sobre o que é melhor usar: próteses capilares ou perucas. Algumas, inclusive, não sabem distinguir uma da outra, o que é supernormal. Por isso, como o principal objetivo deste blog é tirar todos esses questionamentos, de forma simples e didática, resolvi criar um post sobre o assunto.

Para começar vou logo dizendo que peruca e prótese capilar são a mesma coisa. Todas são reposições capilares, que irão cobrir a região sem cabelo. O que as difere é a maneira de fixaçãoPodem ser feitas no mesmo material, mesmo molde, mesmo tipo de cabelo, etc.

A prótese capilar sempre será fixa, seja por adesivos, colas ou até por presilhas. Neste último caso é preciso que a pessoa que irá usá-la tenha fios que sustentem a prótese para que ela se mantenha presa.

Prótese fixa por presilhas

Prótese feminina colada

E se você acha que a prótese corre o risco de cair, está enganado. Pelo fato dela ser fixa, é possível levar uma vida absolutamente normal. Você poderá lavar seus cabelos, praticar exercícios físicos, inclusive natação, dormir, entre outras atividades rotineiras, sem tirar a prótese da cabeça. Mas atenção: a fixação que possibilita estas atividades sempre será por meio de adesivos e/ou colas.

Fitas adesivas permitem liberdade de movimentos para sua prótese capilar

Um exemplo bem atual de artistas que usam prótese capilar colada é a drag queen Pabllo Vittar e a cantora Beyoncé. Você já deve ter percebido a naturalidade com a qual que elas se jogam nos shows. Só por ai já é possível ter uma ideia do quanto essa solução não compromete nossos movimentos.  Mas é importante lembrar que por serem bem naturais, essas próteses têm durabilidade é mínima. Isso porque quanto mais natural e fino for o material, menos tempo ele vai durar.

  Pabllo Vittar e Beyoncé ostentam próteses variadas em seus looks
Fontes: Reprodução/@vittar.pabllo/Facebook e nme.com


Outro fator que você deve ficar atento na hora de começar a usar uma prótese é que, por ela ser fixa, as manutenções periódicas se tornam necessárias. Essa limpeza é fundamental para assepsia do couro cabeludo, troca dos adesivos, entre outras coisas. Lembrando, porém, que isso não é uma regra universal: quando o assunto é prótese capilar, tudo é muito particular. O uso desta solução varia de acordo com cada pessoa.

A peruca, por sua vez, tem a vantagem de ser feita com o cabelo da mulher que irá usá-la. Costuma também ser mais resistente, ou seja, sua durabilidade é maior. Você tira e coloca quando quiser e pode ou não dormir com ela.

Perucas artesanais são aliadas de mulheres em quimioterapia que querem usar cabelos parecidos com os que tinham antes do câncer

O mais importante e o que eu insisto e sempre vou insistir em dizer nas minhas postagens é que é preciso conhecer o perfil de quem vai usar essas soluções, sejam elas próteses ou perucas, para, só assim, poder definir a melhor opção. Não existe uma melhor do que a outra, como já li em alguns sites dedicados a estes assuntos. O que existe é aquela ideal para você. Quer alguns exemplos?

Situação nº 1: Um homem de 40 anos, empresário, optou por uma prótese capilar extremante fina, pois desejou o melhor acabamento que há no mercado. Por ser a mais fina, tem uma durabilidade de, no máximo, dois meses e a manutenção é a cada seis dias. Mas ele tem orçamento e tempo disponível para vir realizar os reajustes e trocar por uma nova peça dentro destes períodos.

Situação nº 2: Uma mulher de 30 e poucos anos, diagnosticada com alopecia areata total, optou por uma peruca em fios naturais confeccionada de forma artesanal. Ela provavelmente precisará usar um recurso para cobrir sua cabeça por um longo tempo ou até mesmo para sempre. Então decidiu comprar a peruca que terá durabilidade bem maior e não necessita de manutenção, já que ela tira para tomar banho e dormir, por exemplo.

Situação n° 3: Uma mulher de 45 anos, em tratamento quimioterápico, optou por uma prótese Full Lace colada pois não queria se ver sem os cabelos. Sempre faz as manutenções com as profissionais e a cada 6 meses precisa reformar ou trocar a prótese por conta da fragilidade dos materiais. Ela dorme e lava a peça na cabeça.

A partir desses exemplos, viu como é importante avaliar a situação de cada pessoa que vai precisar de uma solução capilar? Por isso sempre repito: as soluções capilares não são homogêneas. Elas não se aplicam de forma igual a todas as pessoas. É preciso ouvir as necessidades do cliente, já no primeiro atendimento, para assim ajudá-lo da melhor forma possível, principalmente porque muitos chegam na loja desorientados, acreditando em um monte de informações falsas disseminadas na internet.

Espero, sinceramente, que esse post tenha lhe ajudado a entender que próteses e perucas jamais ‘competem’ entre si. Ambas são soluções eficazes, que podem ou não se adaptar a seu perfil. Sempre haverá a escolha ideal para você. Por isso o auxílio de um profissional para lhe orientar é fundamental. Ela irá ajudá-lo na escolha certa, pois sabe o quanto estar bem diante do espelho é essencial para a autoestima de qualquer pessoa. Um abraço e até semana que vem.










terça-feira, 10 de abril de 2018

Saiba como é o processo de fabricação da prótese capilar


Olá pessoal, tudo bem? Quem me acompanha aqui no blog, sabe o quanto falo, nos meus posts, sobre a qualidade das próteses capilares invisíveis. Feitas em uma película fininha que imita a pele, essas soluções são perfeitas para que você possa enfrentar uma queda de cabelo sem ficar com a autoestima abalada.

Foram várias as vezes também nas quais disse que é possível levar uma vida absolutamente normal com as próteses capilares. E isso é a mais pura verdade. Elas não causam coceira no couro cabeludo, que respira e transpira normalmente, enfim...Você pode nadar, fazer atividades físicas e todas as tarefas de sua rotina sem nenhuma mudança.

Com a prótese capilar, sua liberdade de movimentos não será comprometida

O que poucos sabem, porém, é sobre o processo de fabricação. Depois de falar, na semana passada, sobre como fazemos nossas perucas, resolvi no post de hoje, abordar esse mesmo tema, mas dessa vez com as próteses. Você sabe como elas chegam até você?

Para começar, é importante dizer que o processo de fabricação de uma prótese capilar é em grande escala, demanda bastante mão de obra e o maquinário não está disponível no Brasil. As melhores e maiores fábricas estão localizadas na Ásia e, diferentemente das perucas, os materiais usados costumam ser mais delicados. Aliás, é importante dizer que quanto mais fino este material, melhor o acabamento, mas menor a durabilidade, o que torna necessário a realização de manutenções frequentes para garantir a qualidade e naturalidade.


Fábrica de próteses capilares na China, onde está localizada a empresa fornecedora para o Ntc

Acabamento das próteses capilares é imperceptível

Base da prótese feminina

Já em relação a implantação dos fios, eles podem ser colocados um a um, o que proporciona um acabamento que imita o couro cabeludo e ainda partidos e riscas bem definidas.


Para fazer uma prótese capilar sob medida é necessário um molde da área sem cabelos e o preenchimento de um formulário com todas as especificações e medidas, sob o auxílio de um profissional da área.

Durante o atendimento observamos todas as suas necessidades e definimos o modelo ideal da sua prótese capilar invisível, incluindo o tipo de base e a seleção do cabelo mais parecido com o seu. Analisamos a densidade, ondulação, espessura, coloração e outros aspectos. 

Guia de cores

Se mesmo depois de ler esse post, você continuar receoso ou com dúvidas, fique tranquilo. Os fornecedores de próteses capilares são de extrema confiança e com know-how no assunto, o que é fundamental, ainda mais que as próteses são soluções importadas. Imagina só o ‘transtorno’ que uma solução mal feita, vinda do outro lado do mundo, pode causar para um cliente? Sé é uma solução, ela precisa solucionar não é mesmo? Principalmente porque estamos lidando com algo precioso para qualquer pessoa: a autoconfiança e autoestima ao se olhar no espelho. Um abraço e até semana que vem!